Programando a compra de um sobrado na planta

Comprar um imóvel próprio é o sonho da maioria dos brasileiros, mas programar a compra de um sobrado envolve duas questões: construir um sobrado ou comprar um na planta?

Quem não possui uma boa reserva financeira tem vantagens ao adquirir um sobrado, assim como a urgência em se mudar para o novo imóvel e o tempo, a organização e a administração de tarefas que a construção de um envolve são eliminadas.

Nesse caso, programar a compra de um sobrado na planta envolve os seguintes benefícios:

  • Flexibilidade de pagamento: condições diferenciadas envolve a compra de um sobrado na planta, possuindo maior flexibilidade de pagamento, onde, por exemplo, é possível pagar uma entrada com valor maior para depois quitar com prestações menores (ou o contrário, é claro).
  • Valorização do imóvel: a localização do sobrado e a probabilidade de melhorias na região faz com que o sobrado se valorize com o tempo.
  • Infraestrutura: empreendimentos novos oferecem uma infraestrutura mais moderna, de modo a evitar complicações futuras com manutenções.
  • Tempo de planejamento: o sobrado, ao ser comprado na planta, permite que um plano financeiro seja posto em ação.

imovel na planta

Etapas do processo de planejamento da compra do imóvel na planta

Existem diversas preocupações e atitudes que devem ser tomadas para evitar dor de cabeça e manter um bom planejamento na compra de um sobrado na planta.

Como adquirir um imóvel próprio é uma das decisões mais importantes na vida dos brasileiros, ela deve ser feita com cuidado e precaução, seguindo etapas para o processo sair corretamente:
Analisar a situação financeira e a capacidade real de compra: a primeira etapa no processo de comprar um sobrado na planta é saber o quanto de sua economia pode ser direcionada para esse propósito.

Duas situações podem acontecer:

  • O total das economias é suficiente para comprar o sobrado na planta à vista,
  • O total das economias não é suficiente para comprar o sobrado na planta à vista. Nesse caso, uma reeducação financeira e uma orientação bancária pode ajudar.

Conhecer a construtora: cada construtora possui métodos de negociação diferentes. Mas em todo o caso, comprar um sobrado na planta envolve o financiamento da construção, ou seja, um valor é dado como entrada – chamado de sinal. O restante do valor é financiado em parcelas.

Prazo de entrega e qualidade da obra: são duas etapas conjuntas muito importantes, pois muitas construtoras cometem erros nos prazos de entrega e na qualidade dos empreendimentos, causando situações desconfortáveis. O cliente, nesse caso, deve ter confiança na construtora, assim como – se for possível – ser apresentado a outras obras concluídas pela empresa, para que seja feito uma análise do cumprimento dos contratos.

Firmação de contrato: o restante do valor a ser pago pelo sobrado na planta pode também ser negociado no fechamento do contrato, o que pode ser muito vantajoso para o cliente.

Formalizar o contrato possui uma grande importância, pois é nele que os seguintes dados constarão:

  • Data de entrega da obra,
  • Multa pelo atraso da entrega da obra,
  • Se há a aprovação de financiamento com algum banco,
  • Condições do financiamento,
  • Formas de pagamento e suas correções, e
  • Metragens da obra.

O planejamento da compra de um sobrado na planta requer paciência, já que o imóvel ainda demorará para ficar pronto, como também requer um planejamento que não atrapalhe a segurança – principalmente a financeira – da família.