Como funciona o financiamento de um imóvel?

Comprar um imóvel(novo ou usado) é um dos sonhos mais importantes das pessoas, mas quem não possui dinheiro suficiente para adquirir um à vista, procura pelo financiamento.

Um financiamento de um imóvel é um empréstimo que um banco realiza para a pessoa física com a quantia necessária para a compra do imóvel. Logo, o comprador tem a obrigação de quitar a dívida com o valor que o banco emprestou inicialmente (mais juros do próprio estabelecimento, outros taxas operacionais e seguros).

Um detalhe muito importante é que, durante o período da quitação da dívida, o imóvel não poder negociado.

Como funciona o processo de crédito para a compra do imóvel?

Uma dúvida frequente resume-se quanto às etapas necessárias para realizar um financiamento imobiliário. Para que o crédito saia com mais rapidez, é importante conhecer todas as etapas e seguir algumas dicas que auxiliam ainda mais o processo.

Os passos para obter o crédito imobiliário são:

Preparar-se e fazer uma simulação online ou no próprio banco: o primeiro estágio é voltado para as dúvidas referentes ao financiamento, de modo que já haja a escolha do imóvel desejado e a simulação do financiamento.

Essa simulação tem como objetivo comparar os planos, as propostas dos bancos e outras instituições financeiras para tomar a decisão correta quanto ao provedor do financiamento – de modo que seja mais adequado à realidade do cliente.

Preencher a proposta: nessa etapa acontece a definição do plano, suas condições, o agente financeiro encarregado e o envio dos dados para finalizar a proposta do financiamento.
Nenhuma informação pode faltar durante o preenchimento da proposta, pois isso atrasa todo o andamento.

Análises de Crédito e Jurídica:

  • Análise de Crédito: consiste na análise de dados como: prazos, renda declarada, idade dos clientes e características do imóvel.
  • Análise Jurídica: consiste na análise de toda a documentação encaminhada. Isso faz com que o financiamento seja seguro para ambas as partes.

Avaliação e visita técnica ao imóvel: agentes financeiros da instituição escolhida irão avaliar o imóvel desejado, além do agendamento de vistoria com o engenheiro e o comprador. A visita técnica tem como objetivo garantir que as condições do imóvel estão apropriadas, enquanto que a avaliação é voltada para garantir que o valor de compra está dentro do valor do mercado atuante no local.

Assinatura do contrato do financiamento e registro em cartório: com a aprovação do crédito imobiliário, há a emissão do contrato de financiamento. Nesse processo também há a necessidade de pagar o ITBI (Imposto de Transmissão de Bens e Imóveis) e registrar o contrato no cartório.

Processo finalizado e liberação de recursos: com o envio de uma via do contrato registrado, o banco irá liberar o financiamento.
Nessa última etapa, então, o cliente pode começar a celebrar a nova vida em seu adquirido imóvel próprio.

Imóveis novos e usados

Existem algumas diferenças nos termos de financiamento de imóveis novos e usados. Mas o que deve-se ter em mente é que os imóveis novos possuem taxas de juros melhores, além de serem mais prováveis de serem aprovados, bem como que a quantidade de imóveis novos, em nosso país, está em grande crescimento.

Como um financiamento geralmente demora a ser quitado, a compra de um imóvel novo é bem mais em conta pela vida útil e longa, se comparado com imóveis usados.