5 ideias para uma decoração sustentável

Sustentabilidade e decoração são temas recorrentes e tendências atuais. No entanto, nem todo mundo consegue unir essas ideias e colocá-las em prática. Aqui, apresentamos cinco dicas para isso. Confira quais são elas!

decoração sustentável

Escolha materiais eco-friendly

Os materiais eco-friendly são aqueles que possuem nenhum ou baixo impacto ambiental, considerando toda a sua cadeia de produção, vida útil e descarte.

É possível ter esse cuidado desde detalhes construtivos da casa (hoje existe, por exemplo, tijolos ecológicos) até móveis (como os que são feitos com madeira recuperada ou de demolição).

 

Aposte no artesanal

Produções artesanais são feitas em menor escala, portanto, causam menor impacto ambiental. Além disso, itens artesanais têm um charme especial, com um toque de exclusividade, já que poucas peças são fabricadas.

Vale a pena investir em sofás, mantas, almofadas, cortinas, entre outros, com tecidos artesanais, até itens decorativos como esculturas feitas manualmente e com materiais sustentáveis.

 

Acerte em itens de madeira

Quando utilizar itens de madeira, dê preferência para as versões de demolição, reflorestamento, recuperadas ou certificadas, que são sustentáveis e não contribuem para novas extrações de árvores.

Existe a possibilidade de utilizar desde móveis de madeira até empregar esse material em detalhes da construção, como portas, escadas, janelas e revestimentos.

 

Reutilize itens

Reutilizar móveis e acessórios que estavam esquecidos num canto da casa é uma boa dica. Basta reformá-los, seja realizando pequenos consertos ou uma nova pintura (utilize tintas à base de água, porque causam menor impacto ambiental).

Além de garantir uma decoração sustentável personalizada, a reutilização de materiais e móveis ajuda a economizar, uma vez que o gasto para revitalizar esses itens é menor do que os recomprar.

 

Invista em plantas

Quanto mais verde, menos material não sustentável é utilizado no ambiente. Além disso, plantas contribuem com a decoração e a boa qualidade do ar. Vale a pena investir em jardins verticais e de inverno, inclusive em hortas para ter temperos e alimentos sempre fresquinhos.